Uma Câmara de Vereadores precisa estar atenta a realidade das pessoas. Abrir as portas para as demandas que mais requerem atenção enfrentando os desafios orçamentários com entendimento, fiscalizando a execução dos gastos do executivo com responsabilidade e transparência. Questionar não somente no ‘âmbito’ político, mas também no âmbito técnico incentivando maior participação da cidade para que as decisões sejam eficientes. A sociedade deve exigir que os atos do legislativo sejam relevantes e pautados em integridade e verdade. Alianças políticas para o bem da comunidade sim. Conluios, não!

#PorUmaItajaiMaisJusta